Crowdfunders pagam pela marcação de tubarões-baleia

arquivo – Diving NewsCrowdfunders pagam pela marcação de tubarões-baleia

Um apelo de crowdfunding resultou na marcação de dois tubarões-baleia por mergulhadores no Golfo de Tadjura, ao largo de Djibuti.

O projeto foi supervisionado por duas organizações francesas: Nausicaa, o Centro Nacional do Mar em Boulogne; e Megaptera, associação dedicada ao monitoramento e proteção de tubarões-baleia e mamíferos marinhos.

A equipe de marcação voluntária foi liderada por Daniel Jouannet, da Megaptera, e pelo “manipulador de tubarões” Ludwig Coulier, de Nausicaa.

Mais de 100 pessoas contribuíram para o apelo, que foi iniciado no início do ano passado.

Tubarões-baleia juvenis com 3.5 a 4.5 m de comprimento reúnem-se todos os anos no Golfo de Tadjura e, nos últimos 14 anos, têm sido monitorizados utilizando foto-identificação.

As pesquisas indicam que eles podem permanecer na área por até 11 anos antes de decolarem para o norte, no Mar Vermelho, ou para o leste, em direção ao Oceano Índico. Agora espera-se que as etiquetas de satélite Argos Mk10 forneçam uma imagem mais clara dos seus movimentos.

“Os pesquisadores poderão estudar detalhadamente o estilo de vida, a migração e os hábitos de reprodução deste animal emblemático, porque as etiquetas irão coletar uma série de dados sobre profundidade, temperatura e luz”, disse o MD Philippe Vallette de Nausicaa.

“Até o momento, os seus hábitos de migração ainda são muito desconhecidos.”

Mas, “durante o estudo, os dados serão descodificados e analisados ​​por cientistas para monitorizar o comportamento e os movimentos dos animais. Isso melhorará a conservação da espécie.”

www.nausicaa.co.uk    

14-Jan-17

VAMOS MANTER CONTATO!

Receba um resumo semanal de todas as notícias e artigos da Divernet Máscara de mergulho
Não fazemos spam! Leia nosso política de privacidade para mais informações.
Subscrever
Receber por
convidado

0 Comentários
Comentários em linha
Ver todos os comentários

Entre em contato

0
Adoraria seus pensamentos, por favor, comente.x