Descoberta de mergulhadores duplica número de peixes raros que andam

arquivo – A descoberta do Diving NewsDiver dobra o número de peixes ambulantes raros

A team of divers in Australia have discovered a new population of what is believed to be the world’s rarest fish.

Peixe-mão vermelho (Thymichthys politus), que são notáveis ​​por caminhar no fundo do mar em vez de nadar, são encontrados apenas no sudeste da Tasmânia, mas até agora apenas uma única população de 20 a 40 indivíduos foi identificada.

The new colony was confirmed by seven divers from the University of Tasmania’s Institute for Marine & Antarctic Studies (IMAS) and the citizen-science project Reef Life Survey (RLS), following up on a reported sighting of a single fish by a member of the public.

O novo local, num local não revelado, contém um número semelhante de peixes à população anteriormente conhecida na Baía de Frederick Henry, a alguma distância. Ambos os locais medem apenas cerca de 50 por 20 m, porque o alcance dos peixes é limitado pelo seu método de locomoção.

A diretora técnica do IMAS, Antonia Cooper, avistou o primeiro peixe-mão quando a equipe estava prestes a desistir, após dois dias de busca.

“Estávamos mergulhando por aproximadamente três horas e meia e, por volta das duas horas, estávamos todos olhando uns para os outros pensando que isso não parecia promissor”, disse Cooper.

“Meu parceiro de mergulho foi dizer aos outros mergulhadores que íamos começar a entrar, e eu estava mexendo as algas sem entusiasmo quando, vejam só, encontrei um peixinho vermelho.

“Encontrar uma nova população que seja definitivamente distinta da existente é muito emocionante. Isso significa que existe potencialmente um conjunto genético maior e também que existem potencialmente outras populações por aí que ainda não conseguimos encontrar.”

IMAS scientist Dr Rick Stuart-Smith, who co-founded Reef Life Survey in 2007, described the discovery of the fish as “a huge relief, as it effectively doubles how many we think are left on the planet. We’ve already learned a lot from finding this second population because their habitat isn’t identical to that of the first population, so we can take some heart from knowing red handfish are not as critically dependent on that particular set of local conditions.”

Outra espécie, o peixe-mão-pintado, ainda é observado na Tasmânia, mas um terceiro, o peixe-mão-de-ziebell, está listado como ameaçado de extinção e teme-se que esteja possivelmente extinto. O IMAS e o RLS trabalharão com o governo, que ajuda a financiar o seu trabalho, para gerir os locais de pescado vermelho.

Divernet – O Maior Online Recurso para mergulhadores

25-Jan-18

VAMOS MANTER CONTATO!

Receba um resumo semanal de todas as notícias e artigos da Divernet Máscara de mergulho
Não fazemos spam! Leia nosso política de privacidade para mais informações.
Subscrever
Receber por
convidado

0 Comentários
Comentários em linha
Ver todos os comentários

Entre em contato

0
Adoraria seus pensamentos, por favor, comente.x