Fotos de mergulhadores revelam segredos da manta

NOTÍCIAS DE MERGULHO

Fotos de mergulhadores revelam segredos da manta

MantaX

Picture: Asia Armstrong

As raias manta de recife têm uma área de vida muito maior do que se pensava anteriormente, de acordo com evidências fornecidas por mergulhadores a pesquisadores na Austrália.

Os raios foram registrados viajando uma distância “recorde” de mais de 700 milhas ao longo da costa de Queensland – da Ilha North Stradbroke até os destroços do Yongala, perto de Townsville.

The findings came about as a result of citizen-science initiative Project Manta, involving photographs and vídeo imagens enviadas por mergulhadores e praticantes de snorkel.

7 agosto 2019

The study, led by PhD candidate and diver Asia Armstrong of the University of Queensland, is intended to assist in conservation management of Mobula Alfredi, que está listada como uma espécie vulnerável.

“We relied on the cameras and eyes of both trained researchers and volunteers, who helped us build a catalogue of more than 1300 individual reef manta rays, from in excess of 7000 sightings,” said Armstrong.

As imagens foram analisadas para isolar as distâncias percorridas pelos raios individuais, identificadas pelos seus padrões de manchas únicos.

“Cada vez que um animal é fotografado registamos a data, hora e local do avistamento, juntamente com qualquer informação adicional, como sexo, estado de maturidade, lesões e comportamento”, disse Armstrong. “Quando um avistamento é comparado a um registro existente, obtemos insights sobre os movimentos da arraia e a dinâmica populacional.”

Of the extended coastal journeys, she said: “This is a record-breaking point-to-point movement for a reef manta ray, improving our understanding of the potential home range for this species.” The distance covered was more than twice that recorded in previous studies.

“It’s important now to connect with regional research groups to enable us to compare catalogues, which may reveal longer-distance movements than those we’ve discovered,” she said, adding that more information was required about mantas moving between different countries’ waters.

“Com a ajuda de investigadores internacionais, juntamente com cidadãos-cientistas e conservacionistas apaixonados, podemos realmente melhorar as oportunidades a longo prazo para esta espécie incrível.”

O estudo foi publicado na Marine Biodiversity Records.

VAMOS MANTER CONTATO!

Receba um resumo semanal de todas as notícias e artigos da Divernet Máscara de mergulho
Não fazemos spam! Leia nosso política de privacidade para mais informações.
Subscrever
Receber por
convidado

0 Comentários
Comentários em linha
Ver todos os comentários

Entre em contato

0
Adoraria seus pensamentos, por favor, comente.x