Mergulhadores nucleares penetram 65 anos de lama

Mergulhador entra na lagoa de armazenamento de combustível de pilha (Sellafield Ltd)
Mergulhador entra na lagoa de armazenamento de combustível de pilha (Sellafield Ltd)

It might not be everyone’s idea of a dream job, but a US specialist team of nuclear divers have become the first humans in 65 years to enter a storage pond at Cumbria’s Sellafield site.

De acordo com os registros da usina, foi em 1958 que um operador de manutenção e um monitor de física da saúde mergulharam pela última vez na lagoa de armazenamento de combustível da pilha, com a tarefa de consertar um guincho quebrado. Desde então, apenas ROVs se aventuraram em seu ambiente hostil de água radioativa, lodo e detritos.

The 100m-long outdoor pond, one of the oldest parts of Sellafield, was installed in the 1940s to support the operation of the site’s first nuclear reactors, called the “Windscale Piles”. It was used for cooling, storing and decanning (removing metal cladding) spent fuel from the reactors, as part of the UK’s post-war atomic weapons programme.

Quando as operações na usina foram abandonadas na década de 1960, lodo radioativo foi deixado para se formar a partir do combustível nuclear em decomposição, algas e outros detritos. Hoje, a Sellafield Ltd é responsável perante a Autoridade de Desmantelamento Nuclear do Reino Unido e afirma que o trabalho para desintoxicar o local continua a ser um dos desafios de desmantelamento mais complexos do mundo. 

O local do reator nuclear de Sellafield (Simon Ledingham)
O site Sellafield (Simon Ledingham)

Relata que foi feito “progresso significativo” na recuperação e armazenamento seguro de combustível, lama e equipamento redundante do lago usando robôs e outras ferramentas, mas no final do ano passado tornou-se uma questão de recuperar materiais do chão, cantos e outras áreas inacessíveis – altura em que apenas os humanos foram considerados capazes de concluir o projecto prioritário.

Uma réplica de instalação foi criada em 2019 para que os mergulhadores nucleares pudessem praticar as práticas de trabalho necessárias em águas não contaminadas, especialmente os seus protocolos de entrada e saída.

‘No ordinary divers’

Josh Everett, membro da equipe da Underwater Construction Corporation, foi o primeiro a mergulhar nas águas turvas do Pile Fuel Storage Pond. Ele e os demais mergulhadores especialistas entram por uma plataforma de acesso especialmente instalada e se posicionam em um suporte metálico de mergulho com piso blindado, preparado para trabalhar em turnos de até 3.5 horas por vez. Eles podem ser vistos trabalhando aqui.

“Estes não são mergulhadores comuns”, diz Sellafield Ltd. “Josh e sua equipe têm anos de experiência em mergulho seguro em ambientes radioativos em todo o mundo, inclusive em Dungeness A e Sizewell A no Reino Unido.” 

lições learned at these sites have been applied at the Pile Fuel Storage Pond, which the company says “still presents some unique challenges owing to its age and complexity”, with the operation set in turn to influence future clean-up operations.

“The Pile Fuel Storage Pond diver project has been five years in the planning and has been a huge success,” said Sellafield Ltd head of programme delivery for legacy ponds Carl Carruthers. “The team are used to diving in toxic and hazardous environments all over the world, including inside nuclear reactor vessels, but this is a first for us.

“A segurança tem sido nossa prioridade o tempo todo, e os mergulhadores são monitorados e se comunicam com o supervisor de mergulho em todos os momentos… assim que todos os resíduos forem removidos da lagoa, a água será removida, pronta para a demolição final do edifício.

“Os planos atuais estimam que o trabalho de desmantelamento custará cerca de 212 milhões de libras e será concluído até 2039 – uma conquista que está sendo realizada há quase um século.”

Também na Divernet: Mergulhadores nucleares vão trabalhar em Sizewell

VAMOS MANTER CONTATO!

Receba um resumo semanal de todas as notícias e artigos da Divernet Máscara de mergulho
Não fazemos spam! Leia nosso política de privacidade para mais informações.
Subscrever
Receber por
convidado

0 Comentários
Comentários em linha
Ver todos os comentários

Entre em contato

0
Adoraria seus pensamentos, por favor, comente.x