A vida simples

MERGULHADOR DO CARIBE

A vida simples

Na pequena ilha caribenha de Bonaire, a vida transcorre em ritmo lento. Este é um local onde você pode relaxar e mergulhar com a consciência tranquila, diz MORTEN BJORN LARSEN

0418 esponjas do cais de sal Bonaire
Há muita vida em torno dos pilares do Salt Pier.

Apareceu no DIVER abril de 2018

BONAIRE, COBRINDO SOBRE Com 110 milhas quadradas e localizado a 50 quilômetros da Venezuela, tem uma população de cerca de 11,000 habitantes, muitas pessoas vivendo em sua maior cidade, Kralendijk.

A ilha é um município especial da Holanda e um dos elementos que a torna um local especial para mergulhadores é o fácil acesso a mais de 60 locais de mergulho espalhados pela ilha.

Existem duas maneiras de acessar esses sites. Uma delas é através dos tradicionais mergulhos de barco; a outra (e provavelmente a mais divertida) é dirigir em picapes carregadas de tanques e equipamentos de mergulho.

Estávamos hospedados no resort Buddy Dive, que possui um sistema drive-thru onde você estaciona seu caminhão em um posto de gasolina, descarrega os tanques vazios e, quase no mesmo movimento, carrega os novos e cheios.

Então você parte novamente, para o norte ou para o sul, de acordo com seus planos. Todos os locais estão marcados com uma pedra pintada de amarelo com o nome do local.

É simples, descomplicado e confortável, e durante a condução você se depara com áreas naturais incríveis, como salinas onde podem ser avistados flamingos selvagens.

Extraído do Atlântico, que tem abundância, o sal é uma das fontes de renda mais importantes de Bonaire. O Salt Pier, com várias centenas de metros de comprimento e sustentado por vários pilares, é usado para transportar o mineral de uma fábrica em direção aos transportadores.

Comece o seu mergulho aí na praia e chegará aos primeiros pilares a apenas 2m de profundidade.

Durante o nosso mergulho, encontramos muita vida nas águas rasas, mas à medida que a água foi ficando mais profunda começamos a ver pilares cobertos de corais coloridos.

No conjunto de pilares mais distante, a cerca de 18m, cardumes de peixes rodopiavam em torno deles, um deleite para um fotógrafo. Lentamente, aproximei-me para obter alguns close-ups, com os pilares servindo como um belo fundo.

O fundo do mar aqui também estava cheio de vida.

Vi anêmonas com camarões limpadores residentes protegidos por seus tentáculos. Havia enormes esponjas alaranjadas, lindas esponjas tubulares roxas, lagostas e algumas barracudas penduradas no grande azul, esperando a presa passar. Mas a visão mais fascinante eram os raios de sol que desciam através dos grupos de pilares.

Como um presente extra, encontramos três tartarugas comendo ervas marinhas no caminho de volta. Elas não pareciam incomodadas com a nossa presença, e como estávamos a uma boa profundidade para uma parada de segurança, ficamos por um tempo, aproveitando o último dia. o mergulho.

Estávamos hospedados em apartamentos de dois andares no Buddy Dive. O andar de baixo tinha cozinha e sala de estar, banheiro e lavabo, enquanto no andar de cima havia dois quartos e outro banheiro. Ao lado do centro de mergulho existe um restaurante que serve excelentes almoços e jantares. O café da manhã era servido em buffet em dois grandes terraços com vistas espetaculares do oceano azul-turquesa.

Mas o mais importante foi o centro de mergulho, localizado abaixo daqueles dois terraços. Já usei muitos centros de mergulho em todo o mundo e o Buddy Dive pertence aos melhores deles. Tudo correu bem durante a semana em que estive lá, e se eu precisasse de alguma coisa, a equipe estava sempre lá, pronta para ajudar.

0418 construção de árvore bonaire
Uma das construções de árvores de Natal para o cultivo de corais chifre-de-alce.

O Buddy Dive possui um recife próprio a cerca de cinco passos de onde ocorre a preparação no centro de mergulho. Todos os mergulhadores recém-chegados são obrigados a fazer um mergulho de verificação para acertar o peso.

Este procedimento é levado muito a sério, para evitar qualquer impacto nos corais que rodeiam a ilha.

Uma das razões pelas quais escolhi viajar para Bonaire é que um programa de conservação de corais é gerido por cinco centros de mergulho locais em cooperação com as autoridades.

O programa começou em 2012, com os centros colaborando com um cientista americano de corais. Algumas das espécies mais vulneráveis ​​em Bonaire são os chifres-de-veado e os chifres-de-alce, que crescem na borda dos recifes de coral, protegendo assim as espécies mais macias e de crescimento lento, e estas duas espécies têm sido o foco da atenção dos conservacionistas.

Encontrei o escritório do pessoal que dirige o programa logo atrás do centro de mergulho e combinamos que eu me juntaria a eles em um mergulho para ver como eles trabalham com os corais. Naquela mesma noite, houve uma apresentação do programa em um restaurante local.

Conheci a chefe do programa, Francesca Virdis, perto do centro de mergulho, e logo percebi que seu equipamento incluía o tipo de coisa que normalmente não se vê em mergulhos. Ela trouxe um alicate, uma pinça, um martelo e um tipo de cola que, segundo me disseram, funciona debaixo d'água.

Fomos nadar um pouco para ver algumas estruturas metálicas parecidas com árvores de Natal. Em cada galho, vários pequenos corais chifre-de-alce pendiam em um minúsculo cordão, crescendo pacificamente em seu ambiente ideal em termos de luz, corrente e profundidade.

Quando os corais atingem um determinado tamanho, as pontas são cuidadosamente cortadas e o pedaço restante volta a crescer. As pontas são colocadas no recife para que possam crescer num ambiente natural, permitindo que os recifes de Bonaire sejam restaurados muito mais rapidamente do que seria o caso em condições naturais.

Francesca também me mostrou uma vasta área repleta de corais staghorn. Eles não crescem em estruturas verticais como o chifre de alce, mas em quadrados de metal com cerca de 30 cm de altura no fundo arenoso do mar.

Mudamos para outra área de águas rasas, composta principalmente de pedras e areia. Francesca encontrou uma pedra que achou que seria boa para trabalhar e começou a bater nela com o martelo.

Trinta segundos depois estávamos envolvidos por uma nuvem de areia e eu mal conseguia ver Francesca, embora pudesse ouvir o martelo batendo na pedra.

Quando ela finalmente abriu um buraco profundo o suficiente para caber um pedaço de coral, ela voltou às árvores de Natal para pegar um pedaço de chifre de alce e usou a cola subaquática para prendê-lo à rocha depois de colocá-lo no buraco.

Eu testemunhei como uma nova seção de recife de coral é plantada e preparada para crescer lentamente e ajudar todo o ecossistema a prosperar.

EU NÃO TIVE REALMENTE acreditava que o acesso a um naufrágio tão bem preservado como o Hilma Hooker poderia ser muito fácil, mas era.

Depois de um breve mergulho desde a praia sobre um pedaço imaculado de areia branca, o recife começou e, logo na borda dele, a água aprofundou-se subitamente em direção ao planalto seguinte. Depois pairámos sobre areia branca a 30m de profundidade onde, no sopé do recife, os destroços jaziam a estibordo.

0418 bonaire hilma prostituta
O naufrágio do Hilma Hooker no sopé do recife.

O Hilma Hooker foi construído na Holanda em 1951, originalmente chamado de Midlands.

Na década seguinte, ela mudou de proprietário e nome várias vezes. Em 1975, como William Express, ele passou por problemas tão graves ao largo de San Andrés, na Colômbia, que afundou.

No entanto, ela foi rapidamente resgatada, comprada por uma nova empresa e chamada Anna C. Foi em 1979 que ela se tornou Hilma Hooker, mas cinco anos depois, alguns sérios problemas técnicos exigiram que ela fosse rebocada para o porto de Kralendijk.

A tripulação teve dificuldade em encontrar a documentação necessária para a sua carga e as autoridades suspeitas iniciaram uma investigação.

Acontece que tanto a Interpol quanto o FBI vinham rastreando a embarcação há meses, acreditando que ela estava sendo usada para contrabandear drogas ilegais. A remoção de uma antepara recém-construída revelou 11 toneladas de maconha.

Com uma ação judicial pendente, os proprietários colombianos do navio trabalharam arduamente para negar qualquer responsabilidade pela carga.

À medida que o processo judicial se arrastava, o Hilma Hooker foi gradualmente enchendo de água e os centros de mergulho, que careciam de um mergulho em naufrágios para atrair clientes, foram tomando conhecimento.

Eventualmente, as autoridades concordaram com o capitão do porto e os centros de mergulho para rebocar o barco para fora do porto até um local de mergulho chamado Angel City.

Ela estava no novo local há apenas cinco dias quando suas bombas pararam de funcionar e de repente ela começou a afundar. Pura coincidência ou ela conseguiu uma ajudinha?

Ainda é um mistério, mas desde aquele dia de 1984 o Hilma Hooker vem chamando a atenção dos mergulhadores.

O mergulho oferece fácil penetração para quem tem o direito treinamento e experiência, mas de fora o naufrágio é uma visão impressionante, e gostamos de ver a hélice, a casa do leme e a vista da popa com visibilidade de cerca de 30m.

Não havia corrente e uma mistura de 31% de nitrox nos permitiu bastante tempo para explorar os destroços desde o fundo do mar.

NÃO PERCA A CHANCE de um mergulho noturno no recife Buddy House. Vimos lagostas, uma bela espécie que muda de cor polvo e muitas outras criaturas que não necessariamente esperaríamos ver durante o dia, mas as grandes atrações eram o tarpão, peixe grande e predador que pode chegar a 1.5m de comprimento. Sendo muito prateados, eles são difíceis de perder quando o feixe da tocha incide sobre eles na escuridão.

Havíamos nadado por uns bons 10 minutos antes que o primeiro tarpão aparecesse – depois um segundo e um terceiro. Eles utilizam feixes de mergulho para caçar, o que significa que é possível manobrá-los no recife. Eles ficaram bem perto de nós, então nos divertimos muito observando-os à espreita.

Os barcos de mergulho de Bonaire são bastante tradicionais e oferecem a oportunidade de chegar a determinados locais de mergulho que não são acessíveis por estrada.

Por exemplo, mergulhámos num spot chamado Rappelle, assim chamado porque a única outra forma de aceder à água seria descer de rapel pelas falésias verticais acima dele.

Esses penhascos continuavam descendo e íngremes abaixo da superfície, cobertos por corais que pareciam intocados e saudáveis. Nosso guia de mergulho nos disse que poderíamos ver tubarões-lixa, embora eles tendessem a ficar bem escondidos em fendas e pequenas cavernas e não fossem vistos há algum tempo.

No caminho de volta para o barco, eu estava tentando localizar um tubarão-lixa, então espiei cada pequena fenda.

Não muito longe do barco, avistei algo que, com um pouco de imaginação, poderia ser o contorno de um tubarão - e quanto mais me aproximava, mais claro ficava que havia encontrado não um, mas dois tubarões tirando uma soneca em um pequeno caverna dentro da qual eles se encaixavam perfeitamente.

Rapidamente fiz sinal ao nosso guia para que ele reunisse o grupo e todos pudessem ver bem aquelas duas belas adormecidas.

ARQUIVO DE FATOS

COMO CHEGAR> Voos com KLM via Amsterdã.

MERGULHO E ALOJAMENTO> Amigo Mergulho, buddydive. com

QUANDO IR> Como Bonaire está situada tão perto do Equador, o clima é estável, com uma temperatura média do ar em torno de 30°C e uma temperatura da água de 28-29°C. Um terno completo ou shortinho de 3mm é o suficiente.

DINHEIRO> Dólares americanos.

PREÇOS> Caribbean Fun Travel oferece um pacote de sete noites em um estúdio Buddy Dive com voos de retorno do Reino Unido, passagens aéreas ilimitadas, aluguel de veículos (incluindo impostos e cobertura de CDW), traslados de aeroporto, impostos e taxas por £ 1495 por pessoa. Noites extras, com base no mesmo itinerário, custariam £ 99 por noite, caribbeanfuntravel.co.uk. Um mergulho com dois tanques custa US$ 54.

INFORMAÇÕES DO VISITANTE> turismobonaire.com

VAMOS MANTER CONTATO!

Receba um resumo semanal de todas as notícias e artigos da Divernet Máscara de mergulho
Não fazemos spam! Leia nosso política de privacidade para mais informações.
Subscrever
Receber por
convidado

0 Comentários
Comentários em linha
Ver todos os comentários

Entre em contato

0
Adoraria seus pensamentos, por favor, comente.x